Fisioterapia Neurofuncional em crianças com Microcefalia

microcefalia-1.jpg

A microcefalia vem sendo um assunto muito comentado em razão da contaminação pelo Zika vírus através da picada do mosquito Aedes aegypti. Mas você conhece essa alteração congênita e sabe como a fisioterapia pode ajudar nos caso de microcefalia?

A relação entre Zika e microcefalia foi confirmada pela primeira vez no mundo no fim de novembro de 2015, e pelo Ministério da Saúde brasileiro depois da constatação de um número muito elevado de casos em regiões que também tinham sido acometidas por casos de Zika.

Como a situação ainda é muito recente não se sabe ao certo como o vírus atua no organismo humano, quais mecanismos levam à microcefalia e nem qual o período de maior vulnerabilidade para a gestante.

Microcefalia é uma condição neurológica rara diagnosticada no início da vida e é resultado do cérebro não crescer o suficiente durante a gestação ou após o nascimento. As crianças com microcefalia apresentam com frequência deficiências múltiplas incluindo déficit intelectual, atraso no desenvolvimento neuromotor e epilepsia.

A atuação da fisioterapia, em especial na área de pediatria neurofuncional é fundamental para possibilitar à criança a aquisição de habilidades motoras e interação com o ambiente, além da prevenção de deformidades. A intervenção precoce, preferencialmente antes dos 9 meses de idade incentiva a movimentação em ambiente enriquecido e favorece o processo de neuroplasticidade. À medida que o sistema nervoso amadurece, complexidades das habilidades motoras e dos processos cognitivos aumentam, os neurônios estabelecem conexões entre si e a partir da formação das redes neurais torna-se possível o aprendizado.

O programa de recuperação funcional de crianças com microcefalia envolve diferentes e diversas intervenções e estratégias de tratamento definidos a partir de uma avaliação funcional criteriosa da criança e suas potencialidades. A família participa diretamente deste processo superando as dificuldades e comemorando as conquistas com a criança.

Clique aqui e veja a Cartilha que orienta sobre estímulo precoce em bebês com microcefalia

Advertisements